ALE-RO aprova projeto de Anderson Pereira que institui o “Dia Estadual do Vigilante” em Rondônia

Assessoria

deputadoanderson 02

Por unanimidade a Assembleia Legislativa de Rondônia aprovou em sessão plenária realizada na terça-feira (12), o Projeto de Lei 246/2019, de autoria do deputado Anderson Pereira (Pros), que institui, cria no âmbito estadual o “Dia do Vigilante” a ser comemorado todo dia 19 de junho.

O objetivo do Projeto de Lei proposto por Anderson Pereira, visa homenagear, enaltecer os profissionais, a categoria, que desempenha serviços com louvor e dedicação em diferentes departamentos, órgãos públicos e privados em toda Rondônia. São profissionais extremamente capacitados em curso de formação, credenciados a Polícia Federal e de empresas especializadas.

De acordo com o deputado, a atuação do vigilante destina a inibir, dificultar e impedir qualquer situação de risco, zelando pelo patrimônio, bem como pela integridade física de pessoas que estão presentes nos respectivos locais.

Presidente da comissão de segurança publica da ALE-RO, Anderson Pereira destaca como de grande importância a atuação dos vigilantes, pois são os que estão na linha de frente para se tornarem vítimas das ações criminosas. Na capital e interior do Estado são várias as ocorrências de assaltos a esses profissionais durante cumprimento de jornada, tendo algumas delas custado a vidas.

Sempre atento ao clamor da categoria, Anderson Pereira indicou ao governo do Estado, Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e Secretaria de Estado Defesa e Cidadania (Sesdec), o retorno dos profissionais as escolas públicas com objetivo de dar seguranças as instituições de ensino, que sofrem arrastões, roubos, furtos e depredações, em contrapartida vai conceder a pais e mães de famílias o direito de exercer suas atividades, ter seus empregos de volta, uma vez que com om fim do contrato com o governo, mais de 1 mil trabalhadores ficaram desempregados.

Antes de se tornar agente penitenciário e consequentemente deputado estadual, Anderson Pereira foi vigilante, formado e empregado pela antiga empresa Norsergel, por isso a preocupação em homenagear os trabalhadores no qual já fez parte atuante na categoria.

Portanto com a aprovação desta Lei é mais um motivo de reconhecer a profissão tão importe para a sociedade. 


Imprimir   Email